top of page

Mordomia Cristã


A ideia de administrar recursos é tão antiga quanto a existência humana (Gn2.15). O homem criado a imagem de semelhança de Deus, organiza e gere como uma forma de espelhar seu Criador, o Deus que, como idealizador e dono de todas as coisas, administra de forma soberana o universo.


Por causa do pecado, de forma geral, o ser humano não tem feito uma boa administração.


Há problemas em diversas áreas da vida humana que seriam resolvidos com uma boa gestão.


A doutrina da mordomia norteia esse homem perdido, afirmando que não possuímos nada de fato nesta terra, somos apenas administradores do grande Rei.


Logo o que faz de alguém um bom mordomo é a visão correta de quem Deus é, de quem somos e do motivo porque todas as coisas existem.


A cosmovisão que impulsiona uma boa mordomia leva em consideração que Deus é dono de tudo, e que Ele mesmo concedeu ao homem o privilégio de revelar sua glória. Contudo a influência do pecado conduz a humanidade em egoísmo e autonomia.


Esse assunto fica mais claro e prático quando se entende “do que” somos mordomos.


A resposta é que somos administradores de recursos que são dádivas divinas que podem ser limitados ou não, mas que em essência Deus nos deu para administrar deste lado da eternidade. Alguns exemplos são: recurso financeiro (Mt25.14-30), o tempo (Js10.13), os dons e talentos que Deus concede aos homens (Ef4.8), a vida (Hb9.27) e os recursos naturais (Gn1.1-25).


Portanto, se é a glória de Deus o objetivo e propósito da vida humana, com certeza isso fará diferença em como todos esses recursos serão utilizados na vida cotidiana, que é quando lidamos com elementos relacionados ao dinheiro.


É na vida comum e na “correria” do dia a dia que administração do tempo se mostra necessária; em que oportunidades de servir as pessoas com os dons recebidos aparecem.


São ordenanças maritais (ICo7.3-5; IPe3.7), em contraste com o estilo de vida sedentário dos últimos anos, que dão ocasião ao cuidado da saúde para manutenção da vida (Êx20.13) por meio da alimentação e exercício físico.





96 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page